De novo nada


De Paris

Se ainda houver alguém que visita esse blog, essa mensagem é so para dizer que este é meu ultimo dia de Paris (espero que ultimo dia com esse maldito teclado). Balanço? nao, daqui nao sairah um romance, nem um poeminha sequer. Baudelairianamente falando, andei por toda Paris, cruzei de ponta a ponta, por todos os meios de transportes (quer dizer, menos barco), falar que é bom, muito pouco, talvez no momento essa seja a minha maior impressao, que mais que lidar com Paris, tive que lidar comigo mesmo, quando a boca cala, sobra mais tempo para mente inventar coisas. Gostei da bagunça em meio a toda essa ordem meio classica, a toda a "razao", todo positivismo, Paris muda, disse Baudelaire, errou, Paris, quase nao muda, o que muda é a sua periferia, muito rica, com todas as contribuiçoes possiveis, na Paris que todos conhecemos, ouve-se um pouco de tudo, menos francês, qualquer dia da semana, qualquer hora tem sempre alguém com um guia e uma maquina fotografica na mao. Bom, era so isso, vou ficando por aqui, ainda ha algumas horas para flanar.

Escrito por Paulo Ferraz às 11:27:12
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, PERDIZES, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Paulo Ferraz
 Ana Rüsche
 Weblivros
 Virna Teixeira
 Emilianas
 Fábio Aristimunho
 Ana Rüsche - Peixe de Aquário
 Elisa Buzzo
 Daniela Ramos
 Victor Del Franco
 Geraldo Vidigal
 Carol Marossi